segunda-feira, maio 03, 2010

Pregador chama homossexualismo de pecado e é preso

Um pregador britânico foi preso depois de ter dito durante sermão na rua que homossexualismo é um pecado. Dale McAlpine foi acusado de causar "alarme, intimidação e angústia" depois que um policial comunitário ouviu o pastor batista mencionar vários "pecados" citados na Bíblia, inclusive blasfêmia, embriaguez e relações sexuais entre pessoas do mesmo sexo, de acordo com o jornal britânico The Daily Telegraph. Dale McAlpine, de 42 anos, prega nas ruas de Wokington, na região de Cumbria, no noroeste da Inglaterra há anos, e disse que não mencionou homossexualismo quando fazia o sermão do alto de uma pequena escada, mas admitiu ter dito a uma pessoa que passava que acreditava que a prática era contrária aos ensinamentos de Deus.

Segundo o jornal britânico Daily Mail, o policial Sam Adams identificou-se como o agente de ligação entre a polícia e a comunidade gay e transsexual e avisou o pregador, que distribuía folhetos e conversava com as pessoas nas ruas, que ele estava violando a lei. Mas ele continuou pregando e foi levado para a prisão, onde permaneceu por sete horas.

O pregador disse que o incidente foi "humilhante", segundo o Daily Telegraph. "Eu me sinto profundamente chocado e humilhado por ter sido preso em minha própria cidade e tratado como um criminoso comum na frente de pessoas que eu conheço."

"Minha liberdade foi tolhida por rumores vindos de alguém que não gostou do que eu disse, e fui acusado usando-se uma lei que não se aplica", afirmou Dale.

O processo contra McAlpine por supostas declarações públicas contra gays ocorre semanas depois que um juiz britânico disse que não há proteção especial na lei para crenças cristãs.

O juiz decidiu favoravelmente a uma organização que demitiu um terapeuta de casais por se recusar a atender casais gays alegando que isso seria contra seus princípios cristãos.

(O Globo)

Nota: Tempos difíceis estes em que se considera "pecado" falar contra o pecado. Note o que escreveu o apóstolo Paulo em 1 Coríntios 6:9-10: "Não sabeis que os injustos não hão de herdar o reino de Deus? Não erreis: nem os devassos, nem os idólatras, nem os adúlteros, nem os efeminados, nem os sodomitas, nem os ladrões, nem os avarentos, nem os bêbados, nem os maldizentes, nem os roubadores herdarão o reino de Deus." Se Paulo pregasse isso na Inglaterra, ele seria preso?[MB]

Nota do blog Desafiando a Nomenklatura Científica: "Eu saí da linha editorial deste blog para dizer algumas coisas. Não sou homófobo, e defendo a liberdade de consciência e expressão. Defendo também o direito civil dos gays e lésbicas, mas acho que a 'mordaça gay' que está sendo imposta no mundo inteiro eleva essas pessoas a um nível de cidadania superior às demais pessoas. Hoje, apesar de ter amigos gays, eu me sinto um cidadão de segunda classe, e até intimidado pelo gayzismo sufocante que quer pôr na ilegalidade os que pensam diferente sobre a questão. Aos que são cristãos, uma nota histórica: vocês já foram considerados ateus, malfeitores e criminosos muito tempo atrás. Hoje, novamente, está se tornando CRIME ser cristão. O Coliseu de Roma é testemunha disso quando vocês foram lançados aos leões. Não vai ser diferente hoje. E com o aval do Estado e da Justiça, como foi no tempo de Nero. Não temam aos que podem somente mandar vocês para a prisão ou matar o corpo! Julguem entre vocês: Importa mais obedecer a Deus ou aos homens?"