quinta-feira, maio 31, 2012

Como os planetas conseguem manter suas órbitas?

Você já se perguntou como é que a Terra se mantém em uma órbita estável em torno do Sol? Quer dizer, a atração gravitacional fica mais forte quando nos aproximamos do Sol, e se o Sol puxa a Terra, ela deveria ser atraída com uma força cada vez maior, até cair nele. Mas a gente está aqui, então deve ter alguma coisa mais nesse “rolo”, já que a Terra não está caindo no Sol. A razão é que quando a Terra fica um pouco mais próxima do Sol, a atração é maior, mas isso também faz com que a velocidade com que a Terra está fique maior, e ela acaba “escapando” para um ponto mais distante, onde a atração também é menor, e então recomeça tudo novamente. A parte incrível é que a força de atração e a velocidade estão em perfeito equilíbrio, o que faz com que a Terra permaneça em sua órbita, da mesma forma que uma pedrinha fica estável dentro de uma bacia. Esse equilíbrio é muito especial: ele depende do potencial gravitacional efetivo e do número de dimensões do Universo. De fato, ele só é possível em um universo 3D. Isto mesmo, órbitas estáveis só existem em universos tridimensionais. De fato, se houvesse mais dimensões, a força da gravidade iria crescer muito, mais do que o crescimento da velocidade, e não seria possível escapar dela, e a Terra cairia no Sol. Se houvesse menos dimensões, então a força da gravidade não seria suficiente para manter um corpo em órbita, que se perderia então no espaço.


Nota: Mais uma vez fica evidente o princípio antrópico – parece que o Universo já sabia que iríamos chegar e está perfeitamente desenhado para manter a vida. Outra coisa: se a Terra tem os alegados bilhões de anos, como explicar sua estabilidade orbital durante todo esse tempo enorme?[MB]

Como a música está mudando seu cérebro

Quem nunca aprendeu uma daquelas musiquinhas para ajudar a lembrar de algo importante que atire a primeira pedra! Sejam elas elementos químicos ou fórmulas para o vestibular, preposições obrigatórias de algum idioma ou qualquer outra informação necessária, ou mesmo uma canção pop, quem já não teve alguma música martelando em sua cabeça, mesmo contra sua vontade? Já se perguntou a que se deve isso? Os cientistas, sim. Segundo o médico Charles Limb, da Universidade Johns Hopkins, nos Estados Unidos, as canções penetram em sistemas fundamentais de nosso cérebro, que são sensíveis à melodia e às batidas, e exercitam nosso cérebro de maneira única. “Existe evidência suficiente para dizer que a experiência musical muda nosso cérebro”, afirma o cientista estadunidense. “Ela permite que você pense de maneira diferente e treina várias habilidades cognitivas não relacionadas à música.”

Não importa. Sejam canções do AC/DC, do Bee Gees ou peças do Rachmaninoff, é fácil ter fragmentos delas que se repetem incessantemente por algum período determinado, mesmo que a música não seja do seu agrado. Essa repetição “chiclete” é conhecida por earworm, termo utilizado pela primeira vez em 1980, em tradução literal do alemão ohrwurm, como afirma o neurologista Oliver Sacks, no livro Alucinações Musicais. A repetição indica que a música entra e subverte parte do cérebro, forçando-o a disparar a música de maneira repetitiva e autônoma.

De acordo com o psicólogo e neurocientista canadense Daniel Levitin, da Universidade McGill, em Quebec, no Canadá, os fragmentos – e não as músicas inteiras – que ficam em nossas cabeças são simples, tanto melodicamente quanto ritmicamente. Mas, em casos extremos, essas músicas chicletes podem ser ruins para o dia a dia de alguns de nós. Algumas pessoas não conseguem trabalhar, dormir ou sequer se concentrar, porque as músicas os impedem. Por isso, precisam tomar ansiolíticos, que relaxam os circuitos neurais presos na repetição.

Vale ressaltar também que esse efeito chiclete é antigo. Cientistas acreditam que a música é, de alguma maneira, uma adaptação evolucionária que ajudou os ancestrais humanos. [Tava demorando para apelarem para a teoria-explica-tudo...]

E tem o fato de que ela induz sentimentos, também. Certas músicas são associadas com a lembrança de alguém, ou uma emoção, ou até um estado de espírito. Basta lembrar-se de casos de esportistas que escutam músicas animadas ou agitadas minutos antes de suas competições. Quer fazer um teste? Tente levantar cedo e escutar uma música bem animada. Sua disposição será diferente.


Nota: Está mais do que provado que a música tem efeitos interessantes sobre o cérebro. Por isso mesmo, o estilo musical deve ser alvo de escolha consciente.[MB]

Cosmologia do século 20

(Fonte)

Bola de fogo intriga peruanos


Clique aqui para assistir ao vídeo.

quarta-feira, maio 30, 2012

Terremotos na Itália agravam a crise

A Itália aumentou o imposto sobre a gasolina para ajudar a pagar os danos de um terremoto que assolou o norte do país enquanto os sobreviventes abalados acordavam nesta quarta-feira em uma paisagem de galpões destruídos e fábricas em ruínas. Durante a noite, 14 mil pessoas dormiram em tendas, abrigos ou carros fora de suas casas destruídas e mais de 60 tremores secundários sacudiram a área ao redor da cidade de Modena, na região de Emilia Romagna.  Algumas pessoas que não foram designadas a um abrigo pelas unidades de proteção civil tiveram de viajar longa distância, como para Verona, a 100 quilômetros, para comprar tendas.

A maioria das 17 vítimas conhecidas morreu sob os escombros, enquanto estavam no trabalho quando um tremor de magnitude 5,8 atingiu o país logo após às 4h (horário de Brasília) na terça-feira, o segundo terremoto forte a atingir a região em nove dias.
Os moradores de uma das regiões mais produtivas da Itália, dominada pelo vale fértil do rio Pó, agora estão divididos entre o medo de mais tremores e o receio de perder seus empregos no país que enfrenta uma recessão. [...]

O governo Mario Monti, que já impôs medidas de austeridade para evitar uma crise da dívida, informou que estava elevando impostos especiais sobre a gasolina em 2 centavos por litro para financiar a ajuda ao terremoto. Restrições nacionais nos gastos sobre autoridades locais também serão suspensas para as cidades atingidas pelo terremoto. [...]

“Nós tínhamos colocado os trabalhadores em um regime de demissão temporária, mas estávamos trabalhando para fazer as coisas voltarem a funcionar”, disse Stefano Rimondi, presidente-executivo da Bellco, do lado de fora de sua fábrica biomédica danificada. “Esse plano já não existe mais. Este é um grande golpe para nós, mas também para o setor.” [...]

A associação empresarial italiana Confindustria disse que os dois terremotos, que juntos mataram mais de 20 pessoas, terão um impacto prolongado, somando-se a uma recessão já profunda na terceira maior economia da zona do euro. A associação de agricultores Coldiretti estima que os danos ao setor agrícola atingirão € 500 milhões.

“É um desastre total. Muitas pessoas aqui já estavam sob um regime de demissão temporária por causa da crise. Agora tudo parou e não sabemos quando as coisas vão começar de novo”, disse Alex, de 32 anos, que trabalha em uma fábrica de cerâmica perto de San Felice sul Panaro, outra cidade muito afetada. [...]

O ministro do Meio Ambiente, Corrado Clini, afirmou que a Itália deve aprender as lições do fato de que o tremor tinha atingido uma região que era considerada de risco sísmico relativamente baixo.


Nota: A crise econômica, por si só, já está motivando mudanças comportamentais e até alterações em feriados religiosos. Segundo as profecias bíblicas relacionadas com a volta de Jesus, as catástrofes aumentarão cada vez mais. Isso significa que a crise tende a se aprofundar, obrigando a tomada de decisões drásticas. Como já disse em outra postagem, essa crise (assim como a crise ambiental) poderá justificar muitas medidas arbitrárias e que acabarão violando a liberdade de credo de certas minorias, em favor do “bem coletivo”.[MB]


Assista ao programa especial Sinais do Fim.

Marvel faz apologia de casamento gay

O tema gay con­ti­nua em alta esta semana nos qua­dri­nhos ame­ri­ca­nos. A Marvel, enfim, con­fir­mou o pri­meiro casa­mento da edi­tora, entre o mutante Estrela Polar e seu namo­rado Kyle Jinadu. A cerimô­nia será mos­trada em Astonishing X-Men 50, que chega às comic-shops esta semana nos EUA. A data já era dada como certa após um anún­cio no mês pas­sado, mas só agora foi ofi­ci­al­mente confirmada. Membro dos X-Men, Estrela Polar é um mutante cana­dense que assu­miu sua homos­se­xu­a­li­dade desde os anos 1990. Ele ini­ci­al­mente fez parte da Tropa Alfa, um super­grupo do Canadá e depois foi ganhando impor­tân­cia den­tro da cro­no­lo­gia da Marvel. A his­tó­ria será assi­nada pela escri­tora Marjoriu Liu e dese­nhada por Mike Perkins. Segundo Liu disse em entre­vista ao Comic Book Resources, nem todos os per­so­na­gens mutan­tes irão apoiar o casamento. A edi­ção seguinte, a 51, tam­bém será total­mente dedi­cada à reper­cus­são da cerimô­nia. O tema do pre­con­ceito con­tra homos­se­xu­ais sem­pre foi uti­li­zado nas his­tó­rias dos X-Men, mas agora ganha ainda mais evi­dên­cia ao tra­tar de uma luta urgente da comu­ni­dade gay em todo o mundo, que é o casa­mento civil.

Este mês, o pre­si­dente dos EUA, Barack Obama decla­rou apoio ao casa­mento entre pessoas do mesmo sexo. Por outro lado, o governo do Texas e do Colorado vota­ram con­tra essas uniões. Já a DC Comics afir­mou no último domingo (20) que um pro­e­mi­nente per­so­na­gem da edi­tora irá assu­mir a homos­se­xu­a­li­dade em junho.


Nota: Os defensores dos direitos dos homossexuais estão confundindo combate à discriminação com apologia a um estilo de vida. Casamento gay numa história em quadrinhos para crianças e adolescente é doutrinação. E essa campanha está por todos os lados, fazendo com que os que têm opinião contrária (mesmo que a manifestem pacificamente) tenham negado seu direito de expressão. Tolerância para uns, intolerância crescente para outros. Detalhe: na capa acima (clique nela para ampliar), o oficiante do “casamento”, com um livro de capa preta nas mãos (a Bíblia?), é o Fera, cujo nome, em inglês, é Beast, ou besta. Coincidência?[MB]

“Zumbis” a serviço de Satanás

Sábado passado, um crime chocou os habitantes de Miami: um homem devorou parte do rosto de outro, em plena luz do dia. Segundo reportagem do portal Terra, o canibal estaria sob efeito de uma droga nova. Mas seria apenas esse o motivo? Algumas drogas podem deixar a mente do usuário tão fragilizada que ficaria mais suscetível à possessão demoníaca. Casos semelhantes a esse de Miami mostram pessoas com força sobre-humana. Daí a possibilidade de possessão. Neste link do jornal Miami Herald, está a reportagem completa (em inglês) e um vídeo com a prisão do canibal.

O leitor Gustavo Fontanella aponta outro detalhe curioso: além de o crime ter sido cometido com sol a pino, foi num sábado. Seria coincidência? Curiosamente, rituais de magia negra costumam ser realizados, também, nas horas do sábado (sexta-feira à noite). “O inimigo gosta de desafiar e ofender a Deus, e qual o melhor dia para fazer isso, senão no dia sagrado?”, pergunta Fontanella.

Foram necessários vários tiros para abater o agressor. Esses dois fatos – canibalismo e resistência aos tiros – fazem-nos lembrar dos zumbis, que, infelizmente, andam “na moda”, graças a filmes, seriados de TV, quadrinhos e videogames.

Fontanella conclui: “Deus Pai, Jesus e os profetas estavam certos. Não quero mais viver neste lugar; está ficando assustador! Corram para as colinas!”

Fortes terremotos atingem Itália e Ilhas Fiji

Ao que tudo indica, 2012 verá outro recorde ser quebrado: o do número de terremotos de média e grande magnitude. No ano passado, segundo acompanhamento de centros de pesquisa, a quantidade de terremotos destrutivos já havia deixado preocupadas as autoridades. E 2012? Nem chegamos à metade do ano e a quantidade de terremotos já assusta. Só para recordar alguns: no dia 2 de abril, um terremoto de magnitude 6,3 sacudiu a capital do México (assim como aconteceu também no dia 21 de março); na madrugada do mesmo dia 2 de abril, quatro tremores de terra assustaram os moradores de Montes Claros, MG; no dia 11 de abril, foi a Indonésia que sofreu o impacto de um forte terremoto de 8,6 graus; no dia 28 de maio, a Argentina foi sacudida por um tremor de intensidade 6,4; nesta semana, foi a vez da Itália e das Ilhas Fiji.

Pelo menos 15 pessoas morreram e quatro estão desaparecidas após dois fortes terremotos, de magnitudes 5,8 e 5,6, terem atingido nesta terça-feira (29) a região da Emilia Romagna, nonorte da Itália, em um intervalo de menos de quatro horas, segundo a Defesa Civil. Além dos mortos, há feridos, e várias cidades registraram danos significativos à infraestrutura.

Segundo autoridades regionais, outras cinco mil pessoas tiveram de ser retiradas de suas casas, 4.500 delas apenas na região de Modena, próximo ao epicentro. Várias pessoas já estavam vivendo em acampamentos na região, atingida por outro forte tremor em 20 de maio.

No dia 15 de maio, um forte terremoto de magnitude 7,2 atingiu a região das Ilhas Fiji, no Pacífico Sul. O epicentro foi localizado a uma profundidade de 593 quilômetros, a 421 quilômetros de Tonga.

São notícias tristes, não resta dúvida, mas, pelo menos, apontam para uma esperança. Há cerca de dois mil anos, Jesus previu essa situação geológica e a associou à segunda vinda dEle. Ele disse: “Se levantará nação contra nação, e reino contra reino. Haverá terremotos em diversos lugares e também fomes. Estas coisas são o princípio das dores” (Marcos 18:8).

terça-feira, maio 29, 2012

Solo de regiões superpovoadas da China está afundando

Densas áreas da China que somam um total de 79 mil quilômetros quadrados, o equivalente à ilha da Irlanda, estão afundando progressivamente devido a diminuição das águas subterrâneas, unida em muitos casos à construção excessiva de arranha-céus, segundo um estudo oficial. O estudo, publicado [no dia 30/4] pelo China Daily, destaca que o delta do rio Yang Tsé (onde está Xangai), a planície da norte da China (Pequim se encontra em seu extremo setentrional) e a bacia dos rios Fen e Wei, no centro do país, são as zonas com maiores riscos. Segundo a pesquisa, dirigida pelo Instituto Geológico da China, nessas áreas há mais de 50 cidades cujo nível agora é pelo menos 20 centímetros inferior ao de 30 anos (e algumas superam os dois metros).


Nota: “Sabemos que toda a criação geme e sofre como dores de parto até ao presente dia” (Romanos 8:22).

Inglaterra pós-cristã regressa ao paganismo

O regresso ao paganismo da cada vez mais pós-cristã Inglaterra está contando com o apoio do Estado. A nova roupagem dada ao ocultismo por meio de filmes como “Harry Potter” está desenvolvendo os frutos planejados. Quanto tempo até terem início os sacrifícios humanos à moda antiga e o uso de prostitutas nos respectivos templos pagãos? (Pensando melhor, uma vez que por lá se realizam mais de 200 mil abortos todos os anos, os sacrifícios humanos já estão em operação.) Pela primeira vez, o paganismo foi incluído no currículo da educação religiosa oficial. O Cornwall Council disse às suas escolas que as crenças pagãs, que incluem a bruxaria, o druidismo e a adoração de deuses antigos como Thor, deveriam ser ensinadas lado a lado com o cristianismo, o judaísmo e o islã.

Esses requerimentos estão delineados num currículo acordado pelo grupo consultivo de Cornwall. Ele diz que, a partir dos cinco anos de idade, as crianças deveriam começar a aprender mais sobre pedras erigidas, como Stonehenge. Aos 11 anos de idade, os alunos podem começar a explorar “o paganismo moderno [que é ‘moderno’ só no nome, visto ser virtualmente idêntico ao paganismo antigo] e a sua importância para muitos residentes em Cornwall”.

Os secularistas ateus devem estar bastante contentes com esse “progresso”. Cada vez se torna mais aparente que a consequência de sua campanha contra o cristianismo, levada a cabo durante os últimos dois séculos, vai resultar numa escolha entre o islã e a selvageria levada a cabo por pagãos seminus.

Uma vez que o próprio conceito de progresso está intrinsecamente baseado na ideia cristã de leis naturais – provenientes do Criador racional – que podem ser entendidas por meio da razão e da observação, não deve ser surpreendente que o abandono do cristianismo não tenha como consequência o progresso secular, mas, sim, o regresso pagão.

Atualmente, os ingleses já são presenteados com sacrifícios humanos feitos pelos bárbaros importados (“crimes de honra”). Mas a menos que a tendência religiosa seja revertida por um reavivamento cristão, o próximo século verá os bárbaros locais a reavivar seus antigos e sanguinários costumes pagãos.

Nova técnica de mapear informação do DNA

Um novo método foi desenvolvido para mapear os locais exatos nos quais o DNA foi marcado com um grupo de hidroxila. A molécula de hidrogênio-oxigênio, como o grupo de metila ao qual está ligada, influencia a expressão do gene e assim ajuda os organismos a se adaptar. A adaptação das espécies às pressões ambientais pareceria como evidência óbvia a favor da evolução. Mas em anos recentes nós começamos a entender a enorme complexidade da adaptação. Não é uma história da seleção natural agindo sobre variações biológicas não dirigidas (isto é, variações que são cegas às pressões ambientais). Esse tipo de processo não dirigido tem sido o dogma evolucionário desde o século passado. No que era conhecido como Síntese Moderna, a adaptação biológica era descrita como resultante das variações cegas, por exemplo, a partir do rearranjos genéticos ou mutações não guiadas. Agora, graças à evolução nós estamos agora começando a entender a versão verdadeira da adaptação biológica. O que nós estamos vendo é uma máquina de adaptação incrivelmente complexa que ajusta os designs dos organismos em resposta às pressões ambientais. [Leia mais]

segunda-feira, maio 28, 2012

Defeito em cromossomo sexual está ligado a câncer

Pela primeira vez, uma pesquisa mostrou que alterações em um dos cromossomos sexuais podem elevar o risco de câncer de intestino. Segundo o estudo, que foi publicado nesta segunda-feira na revista Nature Genetics, pessoas com essa doença são mais propensas a apresentar um defeito no cromossomo X que reduz os níveis de um gene associado ao bom desenvolvimento das células. De acordo com os autores da pesquisa, essas descobertas podem ajudar a entender o motivo pelo qual o câncer de intestino atinge mais o sexo masculino do que o feminino. Eles explicam que, como as mulheres têm duas cópias do cromossomo X, a que não apresenta o defeito e que, portanto, tem função normal, pode mascarar a outra que leva a mutação. Diferentemente dos homens, que apresentam somente uma cópia do cromossomo e que, portanto, não tem uma 'cópia reserva' para mascarar o defeito.

Esse trabalho foi desenvolvido por pesquisadores do Instituto de Pesquisa em Câncer do Reino Unido e das universidades de Oxford e de Edimburgo. Com base em cinco estudos anteriores sobre genética e câncer de intestino, eles buscaram descobrir novas alterações no código genético que pudessem elevar o risco de câncer de intestino. Antes dessa pesquisa, quase 20 variantes no genoma humano já haviam sido associadas à doença.
A equipe descobriu que pessoas com câncer de intestino tendem a ter um defeito na região do cromossomo X que leva a menores níveis de um gene chamado SHROOM2. Esse gene controla o desenvolvimento das células, garantindo que elas cresçam e adquiram forma correta. Alterações nesse mesmo gene já foram associadas a outros cânceres anteriormente.
"Essa é a primeira vez em que um estudo demonstra que defeitos em um dos cromossomos sexuais estão relacionados a um câncer que pode atingir os dois sexos. Essas descobertas podem nos ajudar e entender as diferenças da doença entre homens e mulheres, além de identificar os indivíduos que correm mais risco de terem câncer de intestino", diz Richard Houlston, um dos autores da pesquisa.

(Veja)

Nota: Perguntar não ofende: Se apenas um defeito num cromossomo reduz os níveis de um gene associado ao bom desenvolvimento das células, como esse gene “surgiu”? E antes de surgir, o que impedia o mau desenvolvimento das células? E o que dizer dos outros tantos genes cuja complexidade específica e irredutível seria necessária desde sua origem, caso contrário a vida estaria fadada à extinção?[MB]

Leia também: “Deus Se revela” (especialmente a parte relacionada com o gene homeobox) e “O gene homeobox” (tirinha)

Problemas com a Árvore da Vida evolucionária

Este artigo discute problemas com a Árvore da Vida evolucionária que você não aprendeu em aulas de Biologia 

Se apenas os evolucionistas dissessem ao mundo o que eles dizem entre si... Na mídia popular, nos livros detalhados sobre a evolução e nos livros-texto [de Biologia do ensino médio], uma frente unificada é apresentada: a evolução é um fato assim como é a gravidade ou a esfericidade da Terra. Seria perverso e irracional concluir o contrário. A evidência científica a favor da evolução é esmagadora. Não existem problemas científicos substancias com a evolução, apenas questões científicas sobre detalhes. Simplificando, sabemos que a evolução ocorreu, apenas não sabemos como ocorreu. Mas, nas entranhas das bibliotecas acadêmicas, as publicações de pesquisas altamente técnicas contam uma história diferente. As evidências científicas a que os evolucionistas geralmente se reportam como confirmando tão fortemente a evolução, na verdade, não confirmam. Sim, existem evidências que são consistentes com a evolução, mas também há muitas evidências que não são. Na verdade, há muitas evidências que argumentam contra a evolução. Isso é evidente nas muitas predições fundamentais feitas pela evolução que falharam. Há uma incompatibilidade escancarada entre as altas afirmações dos evolucionistas e a ciência verdadeira. 

Por exemplo, eis o que a introdução de um artigo disse sobre a árvore evolucionária: 

“A sequência do genoma é um ícone da Biologia do início do século 21. Genomas de aproximadamente dois mil organismos celulares, de muitos milhares de organelas e vírus, estão agora no domínio público... Ao mesmo tempo, ninguém só pode ficar maravilhado pela diversidade de genomas, tanto por todo o mundo vivo e, em muitos casos, dentro dos gêneros ou espécies. [...] Talvez o mais inesperado de tudo seja a dissociação substancial, agora conhecida na maioria, embora não todos, dos ramos de vida organismal, entre as histórias filogenéticas de famílias de genes individuais e o que geralmente tem sido aceito ser a história dos genomas e/ou suas linhagens celulares ou de hospedeiros organismais. O paradigma da árvore da vida consolidado no Origem das Espécies, de Darwin (1859), mas ele mesmo surgindo de uma tradição de história natural mais antiga, parece emergir, provavelmente, se de algum modo, da era do multigenoma, muito mais restrito em escopo, e sujeito a muito mais qualificações do que poderia ter sido antecipado há uma dúzia de anos.” 

A dissociação discutida acima diz respeito às muitas inconsistências entre as tradicionais árvores da vida evolucionárias, como determinado das características visíveis da espécie, e as árvores evolucionárias determinadas a partir de novíssimos dados genéticos. Na verdade, não somente há uma dissociação entre os dados visíveis e genéticos, há inconsistências substanciais dentro de cada grupo. 

Na verdade, é impossível construir uma verdadeira árvore evolucionária usando todos os dados. Os evolucionistas rotineiramente constroem árvores evolucionárias usando um subconjunto de dados seletos, mais cooperativo. E até mesmo assim as árvores resultantes são irreais. Isto é, elas requerem mudança evolucionária para a qual não existe nenhum mecanismo conhecido. Isso é verdade até mesmo de acordo com os evolucionistas que são bem liberais em permitir a especulação. 

O problema é que as espécies podem ser semelhantes em alguns aspectos, mas não em outros. Assim, espécies vizinhas na árvore evolucionária podem ter muitas semelhanças, mas em muitos casos elas têm algumas grandes diferenças, que a teoria evolucionista não pode explicar além de vaga especulação. 

Os autores do artigo concluem: “O crescimento rápido de dados de sequenciamento de genoma desde a metade dos anos 1990 está fornecendo agora detalhe inédito da base genética da vida, e não surpreendentemente está catalisando a reavaliação mais fundamental das origens e da evolução desde o tempo de Darwin. Diversos artigos nesta questão temática argumentam que a árvore da vida de Darwin é mais bem vista agora como uma aproximação – uma bem adequada como a descrição de algumas partes do mundo vivo (e.g. eucariotos morfologicamente complexos), mas menos exitosa em outras partes (e.g. vírus e muitos procariotos); na verdade, um de nossos autores vai além, proclamando o ‘fim’ da árvore de Darwin como uma hipótese sobre a diversidade, e aparente naturalidade dos arranjos hierárquicos de grupos de organismos vivos.” 

Os autores do artigo são evolucionistas e por isso são testemunhas solidárias. Eles acreditam que a evolução é verdadeira, mas, mesmo assim, eles devem admitir que a árvore evolucionária tem problemas. Até eles admitem que a árvore evolucionária seja passé, ou pelo menos sujeita a muitas qualificações, restrita em escopo e, na melhor das hipóteses, uma aproximação. 

Entre a introdução e a conclusão, há muitos detalhes interessantes. Por exemplo, o artigo discute um exemplo particular de espécie em que a árvore evolucionária “não parece ser muito útil, ou até especialmente significativa”. E no artigo os autores mencionam modelos alternativos como um anel, rede ou outra topologia. 

Para ter certeza, os autores veem muito valor no modelo tradicional de árvore evolucionária. Mas os autores do artigo destacam o fato de que esse modelo tradicional de árvore evolucionária é, bem, apenas isso – um modelo. Na verdade, o artigo é um exame breve, não discute os diversos problemas com o modelo de árvore. Por exemplo, o artigo dá a entender que as espécies eucarióticas se encaixam bem no modelo de árvore evolucionária. Isso não é verdade. Há muitas contradições para se contornar, inclusive nos eucariotos. 

E assim, se o modelo de árvore evolucionária é apenas um modelo, com muitas dificuldades que não são incomuns com modelos científicos, então onde isso deixa as altas afirmações dos evolucionistas na mídia popular, em livros detalhados sobre a evolução, e nos livros didáticos, de que a evolução é um fato – esmagadoramente apoiado pela ciência? 

Há um vasto abismo entre a ciência e as afirmações de verdade que fazem os evolucionistas. Aqui consideramos a árvore evolucionária, mas a história é a mesma nas outras evidências a favor da evolução. Várias vezes, há as altas afirmações dos evolucionistas, e depois há a ciência. 

Sempre que uma teoria é apresentada em uma luz inexata, a ciência perde. Os cientistas perdem a confiança do público, e os estudantes perdem a oportunidade de aprender a ciência verdadeira. 

(Cornelius Hunter)

Nota do blog Desafiando a NomenklaturaCientífica: “É esse estado de colapso, falência epistêmica que é discutido intramuros e nas publicações científicas de acesso limitado, que nossos alunos do ensino médio e até do superior desconhecem completamente. Alguém viu Francisco Salzano, Sergio Danilo Pena, Carlos F. M. Menck, Catarina Satie Takahashi, Darcy Fontoura de Almeida, Fausto Foresti, Guilherme Kurtz, Henrique Krieger, Horacio Schneider, Mara Hutz, Paula Schneider, Roberto Giugliani, Samuel Goldenberg, Sergio Olavo Pinto da Costa, Vera Valente Gaiesky, que assinaram aquela
carta ‘denunciando’ o Prof. Dr. Marcos Nogueira Eberlin, se posicionarem a favor da verdade encontrada nas evidências de que Darwin está heuristicamente falido? Alguém viu Nélio Bizzo, fazer o mesmo? Aprendi na universidade que a ciência é a busca da verdade. Quer dizer então que a Nomenklatura científica tupiniquim está em descompasso com a verdade das evidências dessas pesquisas veiculadas nas melhores publicações científicas? Eles não podem alegar desconhecimento da falência heurística do darwinismo, pois há uma década este blogger tem acesso às mesmas publicações científicas que têm esses luminares científicos tupiniquins. Não abordar a questão pública e civilmente é FLAGRANTE DESONESTIDADE ACADÊMICA! Quem se sentir ofendido, que me processe por danos morais!” 

Bíblia em Tweets: Gênesis 11 a 20

@criacionismo | “Nosso nome será famoso e não seremos espalhados” (Gn 11:4). Raiz dos males: orgulho e desobediência a Deus.

@criacionismo | “O Senhor desceu para ver a cidade e a torre” (Gn 11:5). Deus Se interessa pelos assuntos humanos.

@criacionismo | “Venham, desçamos e confundamos a língua que falam” (Gn 11:7). Plural. A Trindade executa Seus planos.

@criacionismo | Se a Divindade não interviesse, a humanidade uma vez mais teria se corrompido de todo.

@criacionismo | Noé viveu 950 anos. Sem viveu 600. Naor, 148. O pecado corrói a humanidade. Graças a Deus, isso mudará em breve.

@lzgstvassis | A torre de Babel não está sendo construída hoje com tijolos e betume, mas com TVs e computadores em nossas casas (Ravi Zacharias).

@JaelEneas | O desejo de Deus “Sê tu uma bênção” continua válido para o povo da esperança. Leia Gênesis 12.

@JaelEneas | Gênesis 12: Deus chama. Primeiro, ordena (v. 1); em seguida, promete e abençoa (v. 2, 3); depois, espera obediência (v. 4).

@JaelEneas | Nos 2.500 km entre Ur, Egito e Hebron, Abraão levanta altares como testemunho. Exemplo para nós, viajantes da esperança (Gn 12).

@brunoraso | Gênesis 12: a grandeza de Abrão residia na obediência às ordens de Deus e na cooperação com Seu propósito divino.

@brunoraso | Abrão erigia altares e realizava culto público para os membros de sua família e para os vizinhos pagãos (Gn 12).

‏@brunoraso | Gênesis 12: (1) uma ordem; (2) uma promessa; (3) uma bênção. Sempre são assim as ordens do Senhor: são sustentadas por sua promessa e bênção.

@criacionismo | Gênesis 12 nos mostra que Deus nos chama para sermos uma bênção para a família e para o mundo.

@criacionismo | Abraão realizava o culto familiar e a família dele era abençoada. Faça o mesmo.

@prertonkohler | Gênesis 12: obediência traz bênção (v. 4). Mentira traz maldição (v. 10-20).

@brunoraso | Leia hoje: Gênesis 13. Muitos caminhos levam a Sodoma. Precisamos ter os olhos ungidos com colírio para poder discernir o caminho que leva a Deus.

@brunoraso | Abrão, herdeiro de toda a terra, cedeu a prioridade a Ló. Renunciou aos seus direitos. Foi generoso, humilde e espiritual (Gn 13).

‏@predsonmedeiros | Ló armou suas tendas até Sodoma; Abrão habitou nas terras de Canaã. E você, tem “armado sua tenda” mais próximo de Sodoma ou de Canaã? (Gn 13).

@JaelEneas | Duas sábias decisões de Abrão: não criar contendas (v. 8) e estar próximo de Deus (v. 12) (Gn13).

@JaelEneas | Ló, guiado pelo egoísmo, vê apenas a perspectiva humana. Movido pela fé, Abrão vê a “terra da promessa” (Gn 13).

@JaelEneas | Gênesis 13. A síntese: saber escolher. O método: confiar em Deus. A estratégia: perseverar em oração. Viva por fé!

@AbimaelObando | Abrão começa o capítulo 13 levantando um altar a Yahweh e termina o capítulo levantando um altar a Yahweh.

@criacionismo | Abrão buscava a Deus por onde passava (Gn 13:4). Você já O buscou hoje?

@criacionismo | Ló escolheu o que agradava aos olhos (Gn 13:10), Abrão esperou em Deus (Gn 13:14). Você costuma decidir em que base?

@criacionismo | “Ló mudou seu acampamento para um lugar próximo a Sodoma” (Gn 13:12). Sua casa está perto do Céu ou de Sodoma?

@prertonkohler | Gênesis 13: Abrão era muito rico (v. 13), muito fiel (v. 4, 18) e muito abnegado (v. 9). Que poderosa combinação.

‏@criacionismo | Construa um altar em sua casa. Sodoma sempre está por perto. Mantenha-a longe (TV, internet, etc.).

@criacionismo | Gênesis 14: Ló estava no lugar errado, fez escolhas erradas e acabou envolvido numa guerra que não lhe pertencia (Gn 14:12).

@criacionismo | Mas Deus é misericordioso e libertou Ló por meio de Abrão (Gn 14:16). Isso é graça imerecida.

@criacionismo | Quando Abrão encontrou um sacerdote, entregou-lhe o dízimo de tudo o que possuía. Ele era fiel (Gn 14:20).

@criacionismo | Gênesis 14:22 deixa à mostra o caráter de Abrão, homem justo, que não procurava vantagens materiais.

@JaelEneas | Abrão devolve a Deus o dízimo (v. 20); e aos homens aquilo que não lhe pertencia (v. 23). Sejamos íntegros! (Gn 14).

@7marcossouza | “Cada capítulo e cada versículo da Bíblia é uma comunicação da parte de Deus aos homens” (Ellen White, Patriarcas e Profetas, p. 504).

@predsonmedeiros | Deus deu a vitória a Abrão, depois Abrão foi fiel devolvendo a Deus o dízimo. Lembre-se: Deus só pede aquilo que primeiro Ele já tenha dado (Gn 14).

@prertonkohler | Gênesis 15: promessas aparentemente impossíveis de Deus (v. 5)? Abrão creu no Senhor (v. 6). Qual tem sido a sua reação?

@criacionismo | “Não tenha medo, Abrão! Eu sou o seu escudo” (Gn 15:1). O grande Eu Sou quer ser também o seu escudo protetor.

@criacionismo | “Conte as estrelas, se é que pode contá-las” (Gn 15:5). Naquele tempo, achava-se que houvesse pouco mais de cinco mil estrelas...

@criacionismo | Mas Abrão não levou em conta as crendices populares e sim a Palavra de Deus (Gn 15).

@criacionismo | “Abrão creu no Senhor, e isso lhe foi creditado como justiça” (Gn 15:6).

@criacionismo | Gênesis 15:9 e 10: Deus Se vale de um costume da época para fazer aliança com Abrão. Deus sempre fala na nossa língua.

@criacionismo | Gênesis 15:16 mostra a paciência de Deus com os povos pagãos. Deu-lhes quatro séculos de misericórdia.

@brunoraso | Leia hoje: Gênesis 16. Agar significa “fuga”. Acaso alguém está “fugindo de Deus”? Agar deu à luz Ismael, “Deus ouvirá”. Não fuja, Deus está escutando você.

@brunoraso | Abrão esperou dez anos pela promessa. Depois “ajudou a Deus” e criou um problema que dura até hoje. E você, quanto condia em Deus? (Gn 16).

@criacionismo | “Abrão atende à proposta de Sarai” (Gn 16:2). Quando o homem tenta “dar uma mãozinha” para Deus, não dá certo.

@criacionismo | Gênesis 16 ilustra a justificação pelas obras. Fuja disso. Confie no Deus que tudo vê.

@criacionismo | Ao ter um filho com Hagar, Abrão cometeu um “pecado cultural”, costume tolerado na época. Que “pecados culturais” têm escravizado você?

@criacionismo | “O Anjo do Senhor (Jesus) encontrou Hagar” (Gn 16:7). Mesmo quando fugimos, Deus vai ao nosso encontro.

@criacionismo | “O Senhor a ouviu em seu sofrimento” (Gn 16:11). Deus sempre nos ouve e vê nossas lutas. Confie!

@prertonkohler | Gênesis 16: em situação de conflito, as melhores soluções: humildade e obediência à vontade de Deus (v. 9).

@criacionismo | Atente para a ordem: “Anda na Minha presença e sê perfeito” (Gn 17:1). Esta é a ordem: (1) andar com Deus, (2) ser perfeito. ...

@criacionismo | Deus é quem opera. Perfeição sem andar com Deus (comunhão) é presunção.

‏@criacionismo | Quando Deus entra em nossa vida, muda nosso nome (caráter) (Gn 17:5).

@brunoraso | Leia hoje: Gênesis 17. Deus oferece recursos ilimitados que serão empregados para amparo, consolo e salvação.

@brunoraso | Pacto eterno: Deus e o crente se entregam sem reservas um ao outro. Deus renova diariamente Sua entrega. E nós? (Gn 17).

@brunoraso | Abrão ri – dúvida ou alegria? Promessa impossível? Nada é impossível para Deus, o Todo-poderoso. E nossa fé, como vai?

@nelsonmilanelli | Gênesis17: Deus estabelece uma aliança especial com Abraão, muda seu nome e o separa de outras nações com Seu sinal.

@brunoraso | Leia hoje: Gênesis 18. Teremos a fé de Abraão ou a dúvida de Sara?

@prertonkohler | Gênesis 18: visão da graça de Deus. Ele pode salvar uma cidade por causa de um pequeno grupo de fiéis (v. 23-32).

@criacionismo | Gênesis 18: Abraão recebe a Deus e aos anjos como a velhos amigos. Como está sua amizade com Deus?

@criacionismo | Abraão serve um lanche para “recuperar a força” dos visitantes. Deus aceita. Novamente Ele fala na língua humana.

@criacionismo | Gênesis 18: mostra um Deus que tem prazer em Se relacionar com Seus filhos; em passar tempo com Seus amigos.

@criacionismo | Existe algo “impossível para o Senhor” (Gn 18:14). Graças a Deus, não!

@criacionismo | Deus escolheu Abraão para que ordenasse seus filhos e os conservasse no caminho (v.19). Ele quer isso de nós também.

@criacionismo | Abraão intercede (v.22), servindo de tipo de Cristo e ilustrando a atitude “desesperada” de um Deus que quer salvar.

@criacionismo | Gênesis 18:33: apenas volte a seus afazeres depois de ouvir o que o Senhor tem a lhe dizer.

@nelsonmilanelli | Gênesis 18: em sua hospitalidade, Abraão recebe bênçãos maravilhosas. Deus quer ter lugar em nossa vida para nos abençoar.

@emilioabdala | Quero hoje imitar Abraão que ministrou em três áreas: ao Senhor (Gn 18:1-8), a sua família (18:9-15) e ao mundo perdido (18:16-33).

@MinistFamilia | O cumprimento das promessas de Deus a Abraão estava ligado à sua fidelidade em educar os filhos nos caminhos do Senhor (Gn 18:19).

@criacionismo | Ló insistiu para que os anjos entrassem na casa dele (Gn 19:3). Há convites que o Céu não rejeita.

@criacionismo | Gênesis 19:5 dá uma ideia da depravação que tomava conta de Sodoma. O “câncer” precisava ser extirpado.

@criacionismo | Gênesis 19:8: a proposta absurda de Ló mostra que o caráter dele também havia sido corrompido.

@criacionismo | Gênesis 19: precisamos escolher bem as influências às quais nos submeteremos. Pela contemplação somos transformados.

@criacionismo | “Não olhes para trás, nem pares em toda a campina; foge para o monte, para que não pereças” (Gn 19:17). Não olhe para a vida passada, não pare no caminho e fuja para Jesus.

@emilioabdala | Lendo a Bíblia hoje, encontrei Abraão: o amigo de Deus (Gn 18); Ló: o amigo do mundo (Gn 19); e Jesus: o Amigo dos pecadores (Mt 9:9-17).

@criacionismo | Em Gênesis 19:24, vemos Deus o Filho e Deus o Pai executando juízo sobre Sodoma.

@criacionismo | Foi a intercessão de Abraão que salvou a vida de Ló e das filhas dele (Gn 19:29). Nunca deixe de orar por alguém.

@criacionismo | Gênesis 19:32: a ideia perversa das filhas de Ló mostra que Sodoma estava no coração delas.

@criacionismo | Pecado tem consequências. A ação perversa das filhas de Ló deu origem a dois povos ímpios.

@criacionismo | Gênesis 19 nos mostra o perigo do pecado, a importância da intercessão e a ação de um Deus disposto a salvar (graça).

@prertonkohler | Gênesis 19: Deus queria salvar Ló. Os anjos tiveram que “apertar” com ele (v. 15) porque “se demorava” (v. 16). E você?

@FabiBertotti | Gênesis 19 é a lição da mulher de Ló: não adianta seguir no caminho certo desejando o errado. Uma hora você se trai e lasca tudo!

@JaelEneas | “Quase salvo” (v. 23) é estar “totalmente perdido” (v. 26). Apresse-se. A “porta da graça” ainda está aberta (Gn 19).

@JaelEneas | Deus tem pressa: envia anjos (v. 15) que pegam pela mão, tiram de “Sodoma” (v. 16) e grita: “Sai dela...” (v. 17) (Gn 19).

@AiltoSantana | Gênesis 19:19: “Eis que agora o teu servo tem achado graça aos Teus olhos...” Em meio ao juízo, a Graça sempre presente.

@AiltoSantana | Gênesis 19:26: “E a mulher de Ló olhou para trás e...” Veja este tweet de Jesus, em Lucas 17:32: “Lembrai-vos da mulher de Ló.”

@nelsonmilanelli | Gênesis 19: a corrupção humana só pode ser superada pela graça de Deus. Mesmo com pecado ao redor, ainda existe uma saída.

@predsonmedeiros | O coração e o corpo da esposa de Ló estavam em lugares diferentes e isso lhe custou a vida. Mantenha seu corpo e seu coração perto de Deus (Gn 19).

@JaelEneas | No momento da fuga, não olhe para trás (v. 26). Avance. Mantenha o foco. Olhe para Cristo (Gn 19).

@criacionismo | “Lembrem-se da mulher de Ló” (Lc 17:32). Não basta estar na igreja ou no caminho certo. Onde está seu coração?

@nt_odailson | O problema de Ló foi se achar sal da terra se tornando farinha do mesmo saco. Ninguém vence nada à margem de Deus (Gn 19).

@criacionismo | Gênesis 19. Leia Lucas 17:32. Aquilo que para alguns é lenda, para Jesus é fato histórico.

@criacionismo | Gênesis 20:3: a despeito de nossas falhas, Deus ainda intervém em nosso favor, para salvar.

@criacionismo | Gênesis 20:6: Deus vê o que vai em nosso coração e não julga como julgam os homens.

@criacionismo | Gênesis 20:9 mostra as consequências de um mau testemunho. Pense bem antes de agir. Você é um representante de Deus.

@criacionismo | Gênesis 20:12: meias mentiras não são pecados pela metade. Pecado é pecado. Peça perdão e procure ser íntegro diante de Deus e dos homens.

@criacionismo | Gênesis 20 é um capítulo (entre tantos) que mostra a veracidade da Bíblia: ela não mascara os erros de seus heróis.

@criacionismo | Gênesis 20: ao relatar as “escorregadas” de Abraão, Deus está dizendo: “Se você caiu, não se desespere. Peça-Me perdão e siga adiante, comigo.” 

@JaelEneas | Deus ama os sinceros. Ao filisteu Abimeleque Ele revelou a “meia verdade” usada por Abraão para lhe salvar a vida (Gn 20).

@JaelEneas | Ao sermos transformados por Sua Palavra, Deus nos chama para transformar a cultura ética em que estamos inseridos (Gn 20).

@brunoraso | Gênesis 20: depois de 20 anos, Abraão cometeu o mesmo erro. Outra vez duvidou do amparo de Deus. E nós?