sexta-feira, julho 05, 2013

Sexo anal: pecaminoso e perigoso

A clássica definição bíblica de pecado é encontrada em 1 João 3:4: “Todo aquele que pratica o pecado transgride a Lei; de fato, o pecado é a transgressão da Lei.” E no livro Conselhos Sobre o Regime Alimentar, Ellen White amplia o conceito ao escrever que “a transgressão da lei física é transgressão da lei de Deus. Nosso Criador é Jesus Cristo. Ele é o autor de nosso ser. Criou a estrutura humana. É o autor das leis físicas, assim como da lei moral. E peca contra Deus o ser humano que se descuida, que negligencia os hábitos e práticas relacionados com sua saúde e vida física. [...] Isso é evidente pelo dano causado a seus próprios corpos em violação das leis de seu ser” (p. 43).

No vídeo abaixo, Anete Guimarães (de cuja visão religiosa discordo, mas estou de acordo com seu ponto de vista sobre o sexo, conforme exposto no vídeo) deixa claro que o sexo anal (embora seja pervertida e insistentemente divulgado pela mídia como algo normal) é perigoso para a saúde dos que o praticam, chegando a ser fatal. As práticas sexuais depravadas dos habitantes de Sodoma acabaram originando o termo “sodomia”. A Bíblia claramente condena isso em várias passagens, como Levítico 18:22 e Romanos 1:27, por exemplo. Em adição ao fato de que é pecado tudo o que se faz contrariamente à vontade do Criador, está aí a ciência a demonstrar que o sexo anal é nocivo, sendo, portanto, realmente uma violação das leis físicas/biológicas, o que faz dele igualmente uma violação da lei moral.

As proibições bíblicas estão ali para nossa proteção, não para nos privar do prazer lícito. Deus criou nosso corpo e sabe melhor do que nós como ele funciona bem. Essa palestra adiciona mais alguns argumentos para se defender o único tipo de sexo verdadeiramente abençoado e seguro: aquele praticado no contexto do casamento heterossexual, monogâmico e vaginal. Aliás, ao assistir ao vídeo, note como há grandes evidências de design inteligente no que diz respeito ao ato sexual: a vagina foi perfeitamente criada para essa relação, ao passo que o ânus não tem nada a ver com isso.[MB]



Veja também: "Deus criou o sexo"