quinta-feira, fevereiro 11, 2016

Primeira publicação científica sobre TDI no Brasil

Teoria do Design Inteligente (TDI)
O movimento científico do design inteligente acaba de ganhar sua mais nova publicação científica no Clinical and Biomedical Research, periódico revisado por pares situado no campo de interface entre Biologia e Medicina. É a primeira divulgação científica brasileira com o objetivo exclusivo de apresentar e defender a proposta da Teoria do Design Inteligente (TDI) em uma revista revisada por pares. A propósito, a convite do próprio editor da revista! O autor, Everton Fernando Alves, mestre em Ciências da Saúde, membro da Sociedade Brasileira do Design Inteligente (SBDI), buscou nessa publicação pioneira, intitulada “Teoria do Design Inteligente”, abordar os principais conceitos ligados à teoria, ressaltar questões de relevância da TDI para o progresso científico e desmitificar alguns argumentos equivocados, constantemente divulgados por seus oponentes a fim de descaracterizar o design inteligente.

O trabalho de divulgação científica, de gênero Carta ao Editor, também apresenta a história do movimento do design inteligente ao redor do mundo, bem como de suas publicações científicas. Ademais, a Carta cita os principais objetivos, compromissos e desafios da TDI para o seu estabelecimento como teoria científica, seus critérios metodológicos, sua literatura especializada nacional e internacional, além de o autor deixar registrada sua perspectiva futura em relação às futuras publicações científicas baseadas em design.

No fim do texto, são mencionados nomes de alguns profissionais que o autor julga importantes devido a contribuírem de maneira significativa em sua construção do conhecimento nessa área de pesquisa. O autor agradece ao mestre em História da Ciência Enézio Eugênio de Almeida Filho, presidente emérito da SBDI, e ao jornalista Michelson Borges, editor da Casa Publicadora Brasileira, pelos valiosos ensinamentos e contribuições.

Mas o que vem a ser exatamente uma Carta ao Editor? Clique aqui e saiba mais sobre as contribuições que esse gênero de publicação científica tem dado ao campo da ciência por meio da divulgação de pesquisas baseadas na área do design inteligente.

No que diz respeito à autoria da publicação, vale ressaltar que o autor tem incansavelmente defendido a teoria do design inteligente no Brasil. Ele é colunista da página TDIBrasil.org, e fez parte da equipe organizadora do polêmico primeiro curso de extensão “Diferentes olhares sobre a Origem da Vida”, realizado na Universidade Estadual de Maringá (UEM). Ademais, ele foi o autor da primeira prova histórica sobre design inteligente aplicada em uma universidade pública no Brasil e, talvez, no mundo.

Seu e-book “Teoria do Design Inteligente: Evidências científicas no campo das Ciências Biológicas e da Saúde”, publicado online em junho de 2015, uma contribuição ímpar no Brasil, está registrado como uma das três primeiras obras genuinamente brasileiras, relevantes e específicas acerca do design inteligente. O livro eletrônico conta com 30 capítulos, fundamentados em mais de 350 evidências científicas revisadas por pares que apoiam direta ou indiretamente os argumentos do design. O método de escrita utilizado pelo autor permite ao leitor a consulta rápida, simples e dinâmica das referências utilizadas, se assim o desejar. As estatísticas apontam mais de quatro mil leituras em menos de oito meses da publicação online.

Para finalizar, no que diz respeito às publicações científicas revisadas por pares, é importante informar que já existem diversas pesquisas baseadas em design publicadas ao redor do mundo. Nesse sentido, o autor se adianta em divulgar que este é apenas o primeiro de muitos trabalhos de divulgação científicos que estão sendo elaborados e serão publicados no Brasil pela SBDI a partir de 2016.

Referência
Alves EF. “Teoria do Design Inteligente.” Clin Biomed Res. 2015; 35(4):250-251. Disponível aqui.